Objetivando transmitir informações relativas as ações desenvolvidas pelo Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (PROERD)...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

domingo, 6 de março de 2011

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

MEDALHA CORONEL OCTÁVIO FROTA - RECONHECIDO MÉRITO

MEDALHA CORONEL OCTÁVIO FROTA - RECONHECIDO MÉRITO
Em 2008 houve o reconhecimento das atividades desenvolvidas em Panambi na atuação do 1° Sgt Adair de Lima Rodrigues, como instrutor do programa através da MEDALHA CORONEL OCTÁVIO FROTA - RECONHECIDO MÉRITO, instituída pelo decreto nº 44.162, de 05 de dezembro de 2005.
A Medalha CORONEL OCTÁVIO FROTA, no Grau Reconhecido Mérito do Serviço de Polícia Ostensiva, destina-se a distinguir os militares estaduais que, no exercício de suas atividades, tenham se destacado nas ações de Polícia Ostensiva, em favor da coletividade, de modo a se tornarem merecedores do reconhecimento público... A Medalha CORONEL OCTÁVIO FROTA cunhada com revestimento em ouro, prata e bronze, com a esfinge do Coronel Otávio Frota,

BOLETIM DE AVALIAÇÃO E MÉRITO N° 013/SAMO/2008
DECRETO Nº 45.619 , DE 24 DE ABRIL DE 2008. Confere a Medalha Coronel Octávio Frota da Brigada Militar.
A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 82, incisos V e XIX, da Constituição do Estado, tendo em vista o disposto no Decreto nº 44.162, de 05 de dezembro de 2005 e, ante a proposta do Comandante-Geral da Brigada Militar,
D E C R E T A:
Artigo único - É conferida a Medalha Coronel Octávio Frota da Brigada Militar, às seguintes personalidades e instituição:
§ 3º - No grau Reconhecido Mérito do serviço de polícia ostensiva ao 3 Sgt Adair de Lima Rodrigues
PALÁCIO PIRATINI, em Porto Alegre, 24 de abril de 2008.
YEDA RORATO CRUSIUS,
Governadora do Estado.

HISTÓRICO DO PROERD PANAMBI

HISTÓRICO DO PROERD PANAMBI


Programa de Resistência às Drogas e à violência - PROERD
O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é uma iniciativa da Polícia Militar de prevenção ao uso de drogas e a pratica de violência, para crianças de 5° ano (antiga 4ª séries do Ensino Fundamental. Representando um esforço cooperativo entre as Escolas, Pais e Polícia Militar.
O PROERD é baseado no Programa Americano chamado D.A.R.E (Drug Abuse Resistance Education), foi criado na cidade de Los Angels, Califórnia no ano de 1983, Hoje ele é desenvolvido em mais de 50 países envolvendo 60 mil policiais e cerca de 35 milhões de crianças por ano, têm instrução com policiais PROERD.

Objetivos do Programa
Os objetivos principais do PROERD são noções de cidadania, prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre crianças e adolescentes. A ênfase deste programa está em auxiliar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões diretas ou indiretas que os influenciarão a experimentar álcool, cigarro, maconha, inalantes, ou outras drogas, ou mesmo se engajarem em atividades violentas.
O Programa oferece estratégias preventivas para reforçar os fatores de proteção, em especial referentes a família escola e comunidade, que favorecem o desenvolvimento da resistência em jovens que poderiam correr o risco de se envolverem com drogas e problemas de comportamento. Esta estratégia concentra-se no desenvolvimento da competência social, habilidades de comunicação, auto-estima, empatia, tomada de decisões, resolução de conflitos, objetivo de vida e independência, e alternativas ao uso de drogas e outros comportamentos destrutivos.
Desenvolimento do Programa
O desenvolvimento do conteúdo do PROERD é incorporado de forma interdisciplinar no currículo escolar. O professor mantém um papel de apoio na classe enquanto o policial está em aula.
Em 1993 começou a ser desenvolvido no Brasil inicialmente pelos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo.
Em 1998 no estado do Rio Grande do Sul teve sua primeira turma do PROERD.
Atualmente a Brigada Militar desenvolve o trabalho de prevenção nas escolas e também na comunidade envolvendo pais, professores, alunos e comunidade, onde Policiais Militares atendem alunos das escolas estaduais, municipais e privadas do Estado.
Os Policiais Militares desenvolvem um trabalho educativo de Prevenção, de forma voluntária, pois além de suas atividades de policiamento contribuem semanalmente com parte de seu tempo, na busca da construção de um futuro melhor, principalmente, para nossas crianças.

Início do Programa em Panambi
Em Panambi começou a ser desenvolvido o PROERD, no ano de 2003, inicialmente em quatro turmas totalizando 100 alunos.
Em 2004 foi ampliado o PROERD para todas as escolas do município de Panambi, sendo que 100% dos alunos de 4° série passaram a ter aulas do PROERD, em um total de 650 alunos se formaram dia 08 de dezembro de 2004 nas dependências da AFUCOPAL.
Em 2005 foi mantido o PROERD em todas as turmas de 4° série da cidade de Panambi, sendo que formaram-se 669 alunos, no dia 09 de dezembro de 2005.
Em 2006 ampliamos mais o PROERD, atendo as 4° séries de Panambi, atendendo 751 alunos dividido, sendo 28 turmas em Panambi e quatro turmas na cidade de Condor.
Em 2007 foi desenvolvido o PROERD em 30 turmas da Cidade de Panambi, atendendo 639 alunos.
Em 2008, o PROERD, foi desenvolvido em 32 turmas da Cidade de Panambi, atendendo 700 alunos. sendo realizado a formatura no dia 03 de dezembro de 2008 as 19:30 nas dependências da Afucopal.
Em 2009, o PROERD, foi desenvolvido em 30 turmas da Cidade de Panambi, atendendo 647 alunos, tendo como instrutor o 2° Sgt Adair de Lima Rodrigues, sendo a formatura realizada no dia 09 de dezembro de 2009 as 19:30 nas dependências da Afucopal.
Em 2010, o PROERD, foi desenvolvido em 20 turmas da Cidade de Panambi, atendendo 445 alunos, tendo como instrutor o 1° Sgt Adair de Lima Rodrigues, sendo a formatura realizada no dia 01 de dezembro de 2010 as 19:30 nas dependências da Afucopal.
Em 07 de dezembro de 2011 será realizada a formatura de 541 alunos do PROERD, às 19:30 na Afucopal.

O PROERD conta com o apoio de empresas locais que incentivam as atividades desenvolvidas, fornecendo subsídios materiais para o concretização do programa.
Destacando–se por ser o município onde todos alunos estão cursando o PROERD, e completando neste ano o total de 5.093 Formados em Panambi desde a implantação do Programa.
Tendo como objetivo prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre crianças e adolescentes o instrutor PROERD, desenvolve também palestras conforme solicitação das escolas para alunos de 4ª a 8ª série do ensino fundamental e para funcionários de empresas.

Adair de Lima Rodrigues
1° Sgt Instrutor do PROERD

Fone 055-9109-2293 9165-1325
E-mail: adair.rs@terra.com.br
msn adair.rs@terra.com.br
Blog do PROERD Panambi http://proerdpanambi.blogspot.com/
http://www.brigadamilitar.rs.gov.br/proerd/
Blog da ACPM http://acpmbompastor.blogspot.com/
BlogArtesanato http://artesanatopanambi.blogspot.com/

Histórico do PROERD

Histórico do Programa
A Brigada Militar, desde 1998, vem desenvolvendo o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência), nas escolas do Estado, através de policiais militares voluntários.
O PROERD é baseado no programa Norte Americano D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), que foi desenvolvido em Los Angeles, Califórnia, em 1983, e já é aplicado em outros 50 países envolvendo 60 mil policiais. Os Estados pioneiros no Brasil foram Rio de Janeiro e São Paulo, sendo iniciado no Estado do Rio Grande do Sul no ano de 1998, com a formação de duas turmas de alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Piratini, em 15 julho do mesmo ano.
O que vem a ser o DARE?
Primeiramente, a sigla DARE significa DRUG ABUSE RESISTENCE EDUCATION (Educação para resistir ao abuso das drogas), é o maior programa de prevenção às drogas e à violência existente no mundo, sendo difundido em mais de 100 (cem) países.
O DARE foi idealizado e posto em prática nos Estados Unidos da América, tendo sido iniciado no ano de 1983, na cidade de Los Angeles/Califórnia, pelo Distrito Escolar em parceria com o Departamento de Polícia, porquanto, os professores nas escolas, temiam falar sobre o assunto acreditando que sofreriam represálias dos traficantes que rodeavam e aliciavam as crianças.
Para tanto, os policiais eram retirados das atividades de rua para serem submetidos a um curso de formação para aprenderem a lidar com as peculiaridades das crianças, como, por exemplo, a forma de transmitir os conhecimentos sobre o assunto. Por ter sua eficiência comprovada, rapidamente o DARE alcançou 50 (cinqüenta) países, inicialmente, chegando até o Brasil.

No Brasil, o PROERD
Ao chegar ao Brasil, o DARE tomou outra identidade e passou a se chamar Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência – PROERD que foi implantado na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e depois na Polícia Militar do Estado de São Paulo e assim adquirindo forma até que em 1997 conseguiu a sua expansão em nosso País.
Hoje o PROERD existe em todos os Estado da Federação Brasileira, sendo aplicado à crianças que estão cursando o 5º ano (antiga 4ª Série), adolescentes do 7º ano (antiga 6ª Série) do Ensino Fundamental, com o Currículo de 10 (dez) lições, ministradas uma vez por semana.
Há também o Curso de Pais, executado em 05 (cinco) lições, tendo como pré-requisito a aceitação voluntária dos pais das crianças e adolescentes atendidos. Contudo, para aplicação destas aulas, o Instrutor PROERD, que é um policial militar, ministra suas aulas fardado e conta com a participação e o auxílio do professor dos alunos em sala de aula.

PROERD – Como se aplica o programa
O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência é aplicado em 10 (lições), sendo uma aula por semana, durante um trimestre, dentro do semestre letivo, onde os alunos aprendem através de várias dinâmicas educativas a fortalecer a auto-estima, a ter autoconfiança, reconhecer as tensões do dia-a-dia e a maneira natural de controlá-las.
Aprendem, também, a resolver desentendimentos de uma maneira aceitável sem gerar violência, técnicas de resistência às diversas fontes negativas de pressão ao uso de drogas, os malefícios causados pelas drogas lícitas e ilícitas.
Consoante ao Curso de Pais, este é desenvolvido pela adesão voluntária dos pais dos alunos atendidos pelo Programa, sendo ministrado em 05 (cinco) lições em dias e horários de comum acordo entre a Escola, Instrutor e os Pais dos Alunos.
Todos os Cursos do PROERD são desenvolvidos com a utilização de uma cartilha, didaticamente elaborada, para o desenvolvimento das lições, além da entrega de um Diploma de Conclusão do Curso que contém o compromisso das crianças, adolescentes e pais, de ficarem longe das drogas da violência.

Sobre o Currículo do PROERD
O trabalho desenvolvido no currículo do PROERD tem o objetivo de ajudar no desenvolvimento e na consciência de cidadania das nossas crianças, adolescentes e pais, destinando a eles as atribuições necessárias para que possam conhecer a cultura social, os valores dessa sociedade, tanto éticos quanto morais.
Ademais, é necessário que se diga que o PROERD atua na prevenção primária e não na repressão, ensinando as crianças, adolescentes e pais a se manterem longe das drogas e da violência.

Perfil do Instrutor
Para que possa integrar o PROERD o policial militar deve ter algumas qualidades necessárias ao desenvolvimento do programa:
- Ser voluntário;
- Ter conduta ética e moral aceitável socialmente;
- Ter auto-estima elevada;
- Saber falar em público;
Ser dinâmico e gostar de criança;
- Ser afetuoso para poder realizar bem o seu mister;
- Não ser possuidor de vícios.
Dadas as qualidades, o policial militar passa por um Curso de Capacitação de 80 (oitenta) horas/aula, onde aprende a planejar e executar as lições do programa, através de aulas nas áreas de educação, saúde, medicina, psicologia e legislação.